Teatro - Ruínas do Carmo
Troianas

31 Julho a 17 Agosto

Segunda a Sábado . 21h30
16€
12€ (-25, +65 e profissionais do espectáculo)
8€ (portadores do cartão de amigo do TdB)
Bilhetes à venda na Bilheteira Online

Troianas de Eurípedes é hoje, como no século V A.C. quando foi escrita e representada, o grande lamento sobre a tragédia da Guerra e das suas consequências eternas: a destruição, a morte, a perda, a servidão, o exílio, a errância. Tróia foi invadida pelos exércitos gregos, conquistada, incendiada. Diante das suas muralhas em chamas, as troianas escravizadas e Hécuba, a sua Rainha, esperam ser levadas pelos seus novos senhores para a Grécia. Choram os seus mortos e o seu destino injusto. Helena, também cativa, será levada de novo a Esparta e continuará a reinar. Hécuba perdeu tudo: os filhos, o marido, o seu país. E é sobre a fundamental injustiça da guerra que os humanos cometem por motivos triviais que Eurípedes constrói a sua tragédia.

Troianas de: Eurípedes; encenação: António Pires; tradução: Luísa Costa Gomes*; música e direcção coral: Luís Bragança Gil; intérpretes: Maria Rueff, Alexandra Sargento, Sandra Santos, Vera Moura, João Barbosa, Hugo Mestre Amaro, Francisco Vistas e elenco Act School: Álvaro Aragonez, André Vazão, Beatriz Garrucho, Carlota R. Marques, Carolina Azevedo, Carolina Lopes, Eva Fornelos, Gonçalo Pinto, Inês Gomes, Inês Mata, Inês Meira, Pedro Nunes, Rafael Diaz Costa e Rui Teixeira; cenografia: João Mendes Ribeiro; figurinos: Luís Mesquita; movimento: Paula Careto; desenho de luz: Rui Seabra; sonoplastia: Paulo Abelho; caracterização: Ivan Coletti; costureira: Rosário Balbi; construção de cenário: Fábio Paulo; assistente de figurinos: Maria Inês Peres; assistente de iluminação: Cláudio Marto; assistente de som: Guilherme Alves; ilustração: Joana Villaverde; direcção de cena: João Veloso; legendagem: Teresa Vieira; spot vídeo: António Botelho; fotografia de cena: Luísa Ferreira; comunicação: Maria João Moura; coordenação de produção: Ivan Coletti; administração de produção: Ana Bordalo; produtor: Alexandre Oliveira; co-produção: Act - Escola de Actores; produção: Ar de Filmes / Teatro do Bairro. M/12 . 90min (aproximadamente) . 2019

Agradecimentos: Museu Arqueológico do Carmo, EDP, E.B.S. Passos Manuel, José Arnaut, Célia Pereira, Fernando Rebelo.

*a partir da tradução/dramaturgia inglesa de George Theodoridis, 2008, do original grego da edição crítica da LOEB (tradução inglesa de Kovacs), revisão do texto: Tim Eckardt.

 

Ruínas do Convento do Carmo
Cinema nas Ruínas

19 a 31 Agosto

Segunda a Sábado . 21h30
8€

Bilhetes à venda na Bilheteira Online
ou no local a partir das 15h00 ( Reservas pelo telefone 91 321 12 63 )

19 Agosto

Caravaggio
A Alma e o Sangue

Jesus Garces Lambert. Itália, 2018, 90’, leg.pt . M/12

Uma viagem cinematográfica emocionante pela vida, a obra e os tormentos do pintor italiano Caravaggio. Luz e sombra, contrastes e contradições, gênio e intemperança distinguem a sua existência e a sua arte.
Bilheteira Online

        

20 Agosto

Michelangelo
Infinito

Emanuele Imbucci. Itália, 2018, 95’, leg.pt, M/12

O documentário onde o cinema e o mundo da arte se encontram para traçar o retrato de Michelangelo, um homem secreto e transtornado, capaz de contrastes e paixões fortes, mas também dono de grande coragem ao acreditar cegamente nas suas crenças e ideologias.
Bilheteira Online

        

21 Agosto

Raffaello
O Príncipe das Artes

Luca Viotto. Itália, 2017, 90’, leg.pt, M/12

A primeira transposição cinematográfica sobre Raffaello Sanzio. Uma incursão sobre a jornada artística de Raffaello que passa por um total de 20 locais e 70 obras, das quais mais de 30 são criações do artista.
Bilheteira Online

        

22 Agosto

Tintoretto
Um Rebelde em Veneza

Giuseppe Domingo Romano. Itália, 2019, 95’, leg.pt, M/12

Com narração de Helena Bonham Carter e uma participação especial de Peter Greenaway, esta produção celebra o 500 aniversário do nascimento do último grande artista do Renascimento italiano.
Bilheteira Online

        

23 Agosto

Hitler Vs Picasso
A Obsessão Nazi pela Arte

Claudio Poli. Itália, 2018, 95’, leg.pt, M/12

O regime Nazi sempre demonstrou muito interesse pela grande arte, reunindo obras para o Führer. A partir de 4 exposições, o documentário conta a história de vários tesouros roubados pelos Nazis.
Bilheteira Online

        

24 Agosto

Van Gogh
Entre o Trigo e o Céu

Giovanni Piscaglia. Itália, 2018, 116’, leg.pt, M/12

Um novo olhar sobre Van Gogh através do legado da maior colecionadora do artista, Helene Kröller-Müller que, no início do século XX, acabou por comprar quase 300 das suas obras, pinturas e desenhos. Narrado pela atriz Valeria Bruni-Tedeschi.
Bilheteira Online

        

26 Agosto

Bellissima

Luchino Visconti. Itália, 1951, 108’. leg.pt, M/12

Quando um estúdio de cinema anuncia que está à procura de uma atriz infantil, Maddalena ambiciona conseguir o trabalho para a sua filha Maria. Gasta todas as poupanças da família para que a criança sem graça seja treinada, enfeitada e embelezada antes do teste de ecrã. Uma monumental atuação da grande atriz Anna Magnani no papel da mãe.
Bilheteira Online

        

27 Agosto

Ontem, Hoje e Amanhã

Vittorio de Sica. Itália, 1963, 114’, leg.pt, M/12

Adelina é uma contrabandista de cigarros de Nápoles que tenta evitar a prisão mantendo-se grávida a tempo inteiro, para desespero do seu marido. Anna é uma burguesa de Milão que luta contra o tédio mantendo relações extraconjugais. Mara é uma jovem acompanhante de Roma que seduz um seminarista e decide fazer um voto de abstinência, contra vontade dele. Com a grande dupla Sofia Loren e Marcello Mastrioanni.
Bilheteira Online

        

28 Agosto

O Bom, O Mau e o Vilão

Sergio Leone. Itália, Espanha, 1966, 173’, leg.pt, M/16

Durante a guerra civil norte-americana, três homens, Setenza (o Mau/Lee Van Cleef), Joe (o Bom/Clint Eastwood) e Tuco (o Vilão/ Eli Wallach) andam em busca de uma caixa com 200 mil dólares roubados. Um jogo psicológico de violência e brutalidade crescente, agudizado pela ganância e pela traição. Com música de Ennio Morricone, foi uma das mais caras produções de Sergio Leone.
Bilheteira Online

        

29 Agosto

Suspiria

Dario Argento. Itália, 1977, 98’, leg.pt, M/16

A obra prima do mestre do cinema de terror italiano. De todo o cânone do Giallo, Suspiria é possivelmente a sua expressão mais extravagante, opressiva e exagerada, transcendendo as convenções e convertendo-se num monstruoso híbrido cinematográfico. Um ataque direto ao espectador pela pura força da imagem, plena de cores intensas, música demoníaca e assustadora violência barroca.
Bilheteira Online

        

30 Agosto

O Carteiro de Pablo Neruda

Massimo Troisi, Michael Radford. Itália, 1994, 114’, leg.pt, M/12

Baseado no livro Il Postino, de Antonio Skármeta, o filme retrata a amizade entre o poeta chileno Pablo Neruda e um humilde jovem carteiro em 1952, ano em que o famoso escritor Pablo Neruda (Philippe Noiret) é forçado, por questões políticas, a viver exilado numa pequena ilha italiana onde conhece Mario Jiménez (Massimo Troisi), um filho de pescadores sem rumo na vida, que acaba por contratar como carteiro particular. Aos poucos, ambos começam a estabelecer uma sólida relação de amizade e Neruda ensina a Mario poesia para que este possa conquistar o coração de Beatrice (Maria Grazia Cucinotta).
Bilheteira Online

        

31 Agosto

Querido Diário

Nanni Moretti. Itália, 1993, 101’, leg.pt, M/12

Moretti circula por Roma na sua vespa, insurgindo-se contra a destruição do espírito da cidade que se perdeu na vulgarização de subúrbios, para desembocar numa peregrinação-tributo a Pasolini. Querido Diário é um olhar sobre a Itália dos anos 90 e possivelmente o filme mais popular do realizador.
Bilheteira Online

O Teatro do Bairro

O Teatro Bairro        Cartão de Amigo

Situado em pleno Bairro Alto, na Rua Luz Soriano, nº 63, o Teatro do Bairro ocupa o espaço onde durante décadas funcionou a rotativa do Diário Popular, mesmo ao lado da Escola de Música do Conservatório Nacional. Inaugurado em 2011, foi um marco no percurso artístico da Ar de Filmes - produtora de teatro e cinema que o adquiriu - criando assim um diálogo direto e permanente com o seu público, abrindo ainda caminho para a fidelização de novos espectadores. Sob a direção do produtor Alexandre Oliveira e do encenador António Pires, funciona, por um lado, como a casa das criações artísticas da Ar de Filmes e da sua companhia de teatro e, por outro, como espaço de acolhimento de pequenas estruturas que, não tendo lugar nos grandes teatros municipais da cidade, não teriam onde apresentar os seus espetáculos. A par das propostas de acolhimento, estabeleceram-se ainda protocolos de intercâmbio com estruturas de outras zonas do país, que prevêem o acolhimento anual de, pelo menos, uma produção dessas companhias no Teatro do Bairro e vice-versa. São exemplos destes intercâmbios a Ao Cabo Teatro (do Porto, com direção artística de Nuno Cardoso) e o Teatro da Terra (de Ponte de Sor, com direção artística de Maria João Luís).

O interesse da abertura do Teatro do Bairro para a cidade não se esgota, no entanto, no projeto artístico da Ar de Filmes. Localizado num local histórico de fruição artística por excelência, proporciona também o convívio entre diferentes artes performativas contemporâneas, com uma programação plural e abrangente que garante a circulação de diferentes artistas e públicos. Desenvolvemos as nossas próprias produções, mas acolhemos também espetáculos de outros criadores de teatro, e ainda de música, cinema e dança. Acreditamos que a programação interdisciplinar que praticamos, incrementada na nossa própria criação, promove trocas e contaminações desejadas, que enriquecem todos os intervenientes. Criámos em Lisboa uma nova sala de teatro, uma nova sala de cinema, uma nova sala de concertos, um novo espaço de tertúlia e um novo local de encontro dos cidadãos com as diferentes artes e os seus criadores.

Seja bem-vindo ao Teatro do Bairro!

Visite também o site da Ar de Filmes

Cartão de Amigo

O Teatro Bairro    Cartão de Amigo     Ficha de Adesão

O Cartão de Amigo do Teatro do Bairro atribui um desconto de 50% em todos os eventos e espetáculos, sendo que o preço mínimo a pagar por bilhete é sempre de 5€ (cinco euros). O desconto é feito mediante a apresentação do cartão na bilheteira e não é acumulável com outros descontos em vigor. O Cartão de Amigo do Teatro do Bairro tem um custo de 10€ e é válido durante 12 meses. A adesão faz-se na bilheteira do Teatro do Bairro.

Regulamento

1 - O Cartão de Amigo do Teatro do Bairro é emitido pela Ar de Filmes e visa atribuir um desconto de 50% na aquisição de bilhetes para os eventos e espetáculos no Teatro do Bairro, sendo que o preço mínimo a pagar por bilhete é sempre de 5€ (cinco euros).

2 - O desconto obtido através do Cartão de Amigo do Teatro do Bairro não é acumulável com outros descontos em vigor.

3 - O desconto atribuído pelo Cartão de Amigo do Teatro do Bairro não tem qualquer valor monetário, sendo expressamente proibida a sua venda ou troca por dinheiro.

4 - Sempre que pretenda usufruir do desconto do Cartão de Amigo do Teatro do Bairro, o seu titular deverá fazer essa menção no ato da compra do bilhete, apresentando também o cartão.

5 - O Cartão de Amigo do Teatro do Bairro é válido apenas quando apresentado na bilheteira do Teatro do Bairro, na Rua Luz Soriano, nº 63 ou na Rua dos Caetanos, nº 26, no caso de eventos com venda de bilhetes nesta entrada.

6 – O Cartão de Amigo do Teatro do Bairro pode não ser válido, excecionalmente, para eventos devidamente identificados no programa.

7 - A adesão ao Cartão de Amigo do Teatro do Bairro é feita exclusivamente na bilheteira do Teatro do Bairro, na Rua Luz Soriano, nº 63, mediante o preenchimento de uma ficha de adesão e o pagamento de uma anuidade no valor de 10€ (dez euros), já com IVA incluído à taxa legal em vigor.

8 – A adesão ao Cartão de Amigo do Teatro do Bairro não pode ser feita na entrada da Rua dos Caetanos, nº 26.

9 - No ato de adesão ao Cartão de Amigo do Teatro do Bairro é emitido um documento provisório igualmente válido, que poderá ser utilizado de imediato para usufruir do desconto.

10 – Logo que o Cartão de Amigo do Teatro do Bairro estiver disponível, o seu titular será informado por email, podendo levantá-lo posteriormente no Teatro do Bairro, dentro do horário de funcionamento da bilheteira.

11 – Os dados pessoais dos titulares do Cartão de Amigo do Teatro do Bairro serão utilizados única e exclusivamente para divulgação da programação do Teatro, caso assim o desejem, garantindo a Ar de Filmes a sua total confidencialidade.

12 – Os titulares do Cartão de Amigo do Teatro do Bairro receberão, via e-mail, convite para a estreia de todos os espetáculos de teatro produzidos pela Ar de Filmes com apresentação no Teatro do Bairro, sendo esse convite sujeito a confirmação telefónica, mediante a lotação da sala.

13 - O Cartão de Amigo do Teatro do Bairro tem a validade de um ano, podendo ser renovado na bilheteira do Teatro do Bairro.

14 – A renovação do Cartão de Amigo do Teatro do Bairro por mais 12 meses implica o pagamento de nova anuidade no valor de 10€ (dez euros), já com IVA incluído à taxa legal em vigor.

15 - O Cartão de Amigo do Teatro do Bairro é pessoal e intransmissível, pelo que poderá ser exigido ao titular a apresentação de um documento identificativo.

16 - Para ser considerado válido, o Cartão de Amigo do Teatro do Bairro deverá ser mantido em bom estado de conservação, não podendo estar ilegível nem danificado.

17 - A Ar de Filmes reserva-se o direito de anular a um titular o Cartão de Amigo do Teatro do Bairro, caso seja detetada fraude ou utilização indevida.

18 - A Ar de Filmes não se responsabiliza por eventuais extravios do Cartão de Amigo do Teatro do Bairro.

19 - A adesão ao Cartão de Amigo do Teatro do Bairro pressupõe o conhecimento e a aceitação na íntegra deste regulamento.

A Companhia

Teatro do Bairro

 

A Companhia    Histórico da Companhia

 

Com a abertura do Teatro do Bairro em 2011, criou-se também uma nova companhia de teatro, que nasce já com oito espetáculos no curriculum e uma experiência de sete anos de produções: a Companhia Teatro do Bairro. O grupo de autores, atores, técnicos e colaboradores que, ao longo dos anos, foram trabalhando com a Ar de Filmes - nomeadamente nos seus projetos teatrais - encontrou finalmente uma casa onde pode sedimentar e desenvolver o seu trabalho de forma regular e continuada. A gestão própria dos timings de ensaios e das temporadas das suas criações, sem os habituais constrangimentos inerentes aos calendários sempre muito preenchidos das tradicionais salas de espetáculos, possibilitou assim a consolidação desta companhia teatral, através de uma reflexão ininterrupta que contagia as criações e afirma o caminho artístico previamente traçado. Na direção artística da Companhia Teatro do Bairro está António Pires, que tem desenvolvido um trabalho que se poderia designar como "Teatro Coreográfico" - onde o texto e as imagens se fundem como se de uma coreografia se tratasse. Ao longo do seu percurso artístico, tem apresentado trabalhos a convite de várias entidades, mas é na Companhia Teatro do Bairro que desenvolve o seu trabalho autoral como encenador.

Atualmente, a Companhia do Teatro do Bairro conta com 14 colaboradores fixos, dos quais fazem parte quatro atores que integram regularmente os seus elencos, aos quais se juntam habitualmente atores convidados.

Veja aqui o histórico da Companhia

Veja aqui as encenações de António Pires

Contactos

 

Teatro do Bairro

Rua Luz Soriano, 63 (Bairro Alto),1200-246 Lisboa, Portugal

VENDA DE BILHETES ONLINE NA BILHETEIRA ONLINE

RESERVAS* APENAS POR TELEFONE
21 347 33 58 ou 91 321 12 63 (14h00 - 18h00 - dias úteis)

VENDAS e LEVANTAMENTO DE RESERVAS*
Na bilheteira, duas horas antes do espetáculo
*As reservas devem ser levantadas até 15 minutos antes da hora do espectáculo

Para propostas de acolhimento, envie e-mail para
teatrodobairro.geral@gmail.com

ACESSOS
Metro: Baixa-Chiado (linhas verde e azul)
Autocarros: 758 e 790 . Elétrico: 28 . Elevador: Bica
Estacionamento: Parques do Largo de Camões e Calçada do Combro

Ar de Filmes, lda

Rua Nova de São Mamede, 35, 4ºesq 1250-172 Lisboa, Portugal
213 420 810 | 918 570 774
ardefilmesgeral@gmail.com
www.ardefilmes.org